Home » Títulos » Colecção Tecnologias » Desenho e Implementação de Bases de Dados...
 

Desenho e Implementação de Bases de Dados com Microsoft Access XP


 

Desenho e Implementação de Bases de Dados com Microsoft Access XP

Autores: Vidal de Carvalho, Ana Azevedo e António Abreu
Nº Páginas: 444
ISBN: 972-8426-54-2
(Preço: 27,18 Euros) - Esgotado
Preço manuseado: 16,31 Euros
1ª Edição: Jul/2002
Colecção: Tecnologias 

 
     
     
  16,31 Euros Manuseado

. Introdução
. Índice
. CV dos  Autores
. Excerto gratuito em PDF
. Comentários do leitores
 
 Introdução

Este livro encontra-se estruturado em três partes distintas e complementares. Esta estruturação proporciona aos leitores uma sequência lógica dos procedimentos a adoptar na elaboração de uma base de dados, desde a estruturação inicial dos dados, passando pelas funcionalidades do Microsoft Access XP, até aos procedimentos mais avançados suportados pela programação em Visual Basic (VBA). É feita a utilização de um "exercício guiado" uniforme em todo o livro e que será a base para o desenvolvimento dos procedimentos associados à elaboração de uma Base de Dados.

Na primeira parte é feito um enquadramento teórico do tema das bases de dados. Neste sentido, abordam-se os Sistemas de Informação organizacionais, dos quais fazem parte os Sistemas de Bases de Dados. Posteriormente apresentam-se alguns conceitos importantes relacionados com estes assuntos. Explora-se também o modelo relacional de Bases de Dados, apresentando os operadores da Álgebra Relacional e fazendo uma breve abordagem à linguagem SQL. Seguidamente é apresentado o Modelo Entidade-Relacionamento para Modelação de Dados.

Aborda-se ainda o conceito de Dependências Funcionais e a Normalização de relações. Finalmente, serão referenciadas ainda as últimas evoluções registadas nesta área, nomeadamente, novos modelos de bases de dados, Datawarehouses, Data Mining, etc.

Na segunda parte serão abordados os procedimentos e funcionalidades associados à concepção, implementação e manutenção de uma Base de Dados, com base na utilização do Sistema de Gestão de Base de Dados Microsoft Access XP. Com efeito, serão explorados na prática os diferentes objectos do MS Access XP nomeadamente, Tabelas, Consultas, Formulários, Relatórios, Páginas de acesso a dados e Macros.
Na terceira parte serão abordados conceitos gerais sobre programação orientada a objectos, em particular, será abordada a linguagem de programação VBA como linguagem de manipulação de bases de dados com MS Access XP.


  Índice  
PARTE I:

I.1. OS SISTEMAS DE I NFORMAÇÃO E AS ORGANIZAÇÕES
1.1 Características de um sistema
1.2 A organização vista como um sistema
1.3 A Informação
1.3.1 Características da informação
1.3.2 A Informação nas organizações
1.3.3 Tipos de informação nas organizações
1.4 Os Sistemas de Informação      Organizacionais
1.4.1 Evolução histórica dos Sistemas de   Informação
1.4.2 Planeamento e desenvolvimento de Sistemas de informação
1.4.3 A introdução dos Sistemas de ormação nas organizações
I.2. BASES DE DADOS
2.1 As raízes históricas: Ficheiros e Sistemas de  Ficheiros
2.1.1 Gestão de dados nos Sistemas de Ficheiros
2.1.2 Dependência dados-aplicações
2.1.3 Redundâncias nos dados
2.2 Sistemas de Base de Dados
2.2.1 Características de um Sistema de Bases de Dados
2.2.2 Intervenientes num Sistema de Bases de Dados
2.2.3 As funções do Sistema de Gestão de BDs
2.2.4 Arquitectura do SGBD e Independência dos Dados
2.2.5 Linguagens fornecidas pelo SGBD
2.2.6 Classificação dos SGBD‘s
2.2.7 Vantagens e desvantagens dos Sistemas de BD
2.3 Modelos de Bases de Dados
2.3.1 Modelo hierárquico
2.3.2 Modelo em rede
2.3.3 O Modelo Relacional
2.3.4 Novos modelos: Modelos Orientados a Objectos e Extensões ao Modelo Relacional
2.4 Tendências futuras
2.4.1 Data Warehouses
2.4.2 OLAP‘s
2.4.3 Data Mining
2.4.4 Integração com a Web
I.3. O MODELO RELACIONAL DE BASES DE DADOS
3.1 Terminologia Básica
3.2 Atributos Chave
3.3 Regras de Integridade
3.3.1 Integridade de Entidade
3.3.2 Integridade Referencial
3.4 Operadores da Álgebra Relacional
3.4.1 O Operador SELECT
3.4.2 O operador PROJECT
3.4.3 O operador PRODUCT
3.4.4 O operador UNION
3.4.5 O Operador DIFFERENCE
3.4.6 O Operador INTERSECT
3.4.7 O operador JOIN
3.4.8 O operador DIVIDE
3.5 SQL – Uma linguagem de bases de dados relacionais
3.5.1 Definição de dados
3.5.2 Inserção e actualização de dados
3.5.3 Queries com SQL
I.4. MODELAÇÃO DE DADOS
4.1 A importância da modelação de dados
4.2 O modelo Entidade-Relacionamento (E-R)
4.2.1 Entidades e Atributos
4.2.2 Relacionamentos
4.2.3 Entidades fracas
4.2.4 Entidades compostas
4.2.5 Uma comparação de notações
4.3 Desenvolvendo um Diagrama E-R
4.4 Correspondência entre o modelo E-R
I.5. DEPENDÊNCIAS FUNCIONAIS E NORMALIZAÇÃO
5.1 A Importância da Normalização
5.2 Dependências funcionais
5.3 O processo de normalização
5.3.1 Primeira Forma Normal
5.3.2 Segunda Forma Normal
5.3.3 Terceira Forma Normal
5.3.4 Forma Normal de Boyce-Codd
5.3.5 Quarta e Quinta Formas Normais
PARTE II
II.1. MS ACCESS XP
1.1 Definição
1.2 Características Gerais
1.3 Novidades do Microsoft Access XP
1.4 Novas funcionalidades do Microsoft Access XP
1.5 Iniciar o Access XP
1.5.1 Opções no menu de arranque do Access XP
1.6 Criar uma base de dados no Access XP
1.6.1 Criar uma base de dados utilizando o Assistente de base de dados
1.6.2 Criar uma base de dados sem utilizar o Assistente de base de dados
1.7 Os Objectos na janela de uma Base de Dados
1.6.1 Criar uma base de dados utilizando o Assistente de base de dados
1.6.2 Criar uma base de dados sem utilizar o Assistente de base de dados
II.2. TABELAS
2.1 Criação de uma tabela
2.2 Como criar uma tabela com o Assistente de tabelas
2.3 Como criar uma tabela por inserção de dados
2.4 Como criar uma tabela sem o Assistente de tabelas
2.4.1 Utilizar o Construtor de Campos
2.4.2 Escolher tipos de dados
2.4.3 Propriedades dos campos
2.4.4 Campo chave primária
2.5 Relacionamentos entre tabelas
2.5.1 Criação de relacionamentos
2.5.2 Integridade Referencial
2.5.3 Tipos de relacionamentos
2.5.4 Alteração da estrutura de relacionamentos
2.6 A folha de dados de uma tabela
2.7 Importação e Exportação de dados
2.7.1 Importar dados
2.7.2 Exportar dados
II.3. CONSULTAS
3.1 Definição
3.2 Razões para aplicar uma consulta
3.3 Criação de uma consulta
3.4 Como criar uma consulta com o Assistente
3.5 Como criar uma consulta sem o Assistente
3.5.1 Descrição da janela para a criação de uma consulta
3.5.2 Caracterização da grelha da consulta
3.5.3 Inserção de campos nas consultas
3.5.4 Visualizar a consulta através da folha de dados
3.5.5 Especificar o tipo de ordenação
3.5.6 Valores superiores
3.6 Definição de critérios em consultas
3.7 Criação de consultas com base em várias tabelas
3.8 Consultas com parâmetros
3.9 Criar campos calculados
3.10 Consultas de Referência Cruzada
3.10.1 Criar uma Consulta Tabela de referência cruzada com um Assistente
3.10.2 Como criar uma consulta de referência cruzada sem o Assistente
3.10.3 Especificar os cabeçalhos de colunas
3.11 Consultas de Acção
3.11.1 Consulta criar tabela
3.11.2 Consulta eliminação
3.11.3 Consulta acrescentar
3.11.4 Consulta actualização
3.12 Consultas SQL
3.12.1 Como visualizar ou modificar uma
declaração do SQL
3.12.2 Consultas de SQL específicas
3.12.3 Utilização de Subconsultas
3.13 Exercício Guiado
II.4. FORMULÁRIOS
4.1 Definição
4.2 Aplicação de formulários
4.3 Modos de Criação de formulários
4.4 Formulários com “Formulários Automáticos”RMU
4.4.1 Formulário Automático: Colunas
4.4.2 Formulário Automático: Tabelas
4.4.3 Formulário Automático: Folha de Dados
4.5 Formulários usando os Assistentes
4.5.1 Como criar um novo formulário com o Assistente
4.6 Formulários usando a vista de estrutura
4.6.1 Como criar um formulário sem o Assistente
4.6.2 Inserir campos na área do formulário
4.7 Secções do formulário
4.7.1 Alterar o tamanho de uma secção
4.7.2 Seleccionar as propriedades de uma secção ou do próprio formulário
4.8 Controlos num Formulário
4.8.1 Controlos dependentes, independentes e de cálculo
4.8.2 Criar outros controlos usando a Caixa de Ferramentas
4.8.3 Criar controlos que calculem valores
4.8.4 Criar controlos tipo etiqueta
4.8.5 Alterar as propriedades de um controlo já existente
4.8.6 Grupo de Opções
4.8.7 Caixa de Listagem e Caixa de Combinação
4.8.8 Subformulários
4.8.9 Cálculos num formulário
4.8.10 Cálculos num subformulário
4.8.11 Botões de comandos
4.8.12 Quebras de página
4.8.13 Moldura de objecto dependente e independenterio
4.9 Efeitos especiais de construção
4.9.1 Como obter uma grande selecção de cores
4.9.2 Formatação dos controlos do Formulário
4.9.3 Caixas de informação para os controlos
4.11 Impressão e gravação de um formulário
4.12 Exercício Guiado
II.5. RELATÓRIO
5.1 Definição
5.2 Aplicação de Relatórios
5.3 Modos de Criação de Relatórios
5.4 Relatório com Relatórios Automáticos
5.4.1 Relatório Automático: Colunas
5.4.2 Relatório Automático: Tabelas
5.5 Relatórios usando os Assistentes
5.5.1 Como criar um relatório com o Assistente
5.5.2 Como criar um relatório com o
Assistente de etiquetas
5.6 Relatórios usando a vista de estrutura
5.6.1 Como criar um relatório sem o Assistentes
5.7 Secções do Relatório
5.8 Controlos em Relatórios
5.9 Ordenação e Agrupamentoa
5.9.1 Ordenação de dados
5.9.2 Agrupar os dados
5.7 Secções do Relatório
5.8 Controlos em Relatórios
5.9 Ordenação e Agrupamento
5.10 Impressão de um relatório
5.11 Exportar Relatórios para o MSWord e MSExcel
5.12 Exercício Guiado
II.6. PÁGINAS DE ACESSO A DADOS
6.1 Definição
6.2 Utilização das Páginas de acesso a dados
6.3 Modos de Criação de Relatórios
6.4 Criar Páginas com Página Automática
6.5 Criar Páginas com o Assistente
6.6 Páginas usando a vista de estrutura
6.6.1 Como criar uma página sem o Assistente
6.6.2 Secções da Página
6.6.3 Adicionar um tema a uma página
6.6.4 Agrupar os dados de uma página
6.7 Ver a página de acesso a dados
6.8 Tornar disponíveis as páginas de acesso a dados
6.9 Exercício Guiado
II.7. MACROS
7.1 Definição
7.2 Acções e argumentos
7.3 Criar uma macro
7.4 Executar e Testar uma macro
7.4.1 Executar uma macro a partir da janela BD
7.4.2 Executar uma macro com recurso a um botão de comando
7.4.3 Testar uma macro passo-a-passo
7.5 Criar Grupos de Macros
7.6 Criar Macros Condicionadas
7.7 Atribuir Macros a Acontecimentos
7.7.1 Atribuir uma macro a um acontecimento
7.7.2 Criar uma nova macro para um acontecimento
7.8 Exercício Guiado
PARTE III
III.1. VBA - MICROSOFT VISUAL BASIC FOR APPLICATION
1.1 Introdução à Programação em VBA
1.2 Características da programação em VBA
1.2.1 Programação Orientada por Objectos
1.2.2 O ambiente de desenvolvimento do VBA
1.2.3 Procedimentos e Módulos
1.2.4 Janela do Editor de Visual Basic – VBE Windows
1.2.5 Conceitos e Estruturas de Controlo em VBA
ANEXO I. GLOSSÁRIO DE ABREVIATURAS
ANEXO II. FUNÇÕES DO VBA
ANEXO III. PROTECÇÃO JURÍDICA DAS BASES DE DADOS ELECTRÓNICAS (POR MANUEL OEHEN MENDES)
BIBLIOGRAFIA

CV Autores

Ana Isabel Rojão Lourenço Azevedo é licenciada em Matemática Aplicada - ramo Ciência dos Computadores, pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, e mestre em Engenharia Electrotécnica e de Computadores - ramo de Informática Industrial, pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. É docente universitário desde 1996, e lecciona, ao nível de licenciatura, as disciplinas de Informática de Gestão 1 e Informática de Gestão 2 e a disciplina de Informática II.

António José Abreu da Silva é licenciado em Matemáticas Aplicadas - ramo Informática, pela Universidade Lusíada do Porto e mestre em Informática - Especialidade Informática de Gestão, pela Universidade·do Minho. É docente universitário desde 1998, leccionando, ao nível de licenciatura, as cadeiras de Informática de Gestão I, Informática I e II. É também sócio-gerente da empresa FUTURSOFT - Programação de Software, Lda.

António João Vidal de Carvalho é licenciado em Informática/Matemáticas Aplicadas pela Universidade Portucalense e mestre em Informática de Gestão pela Escola de Engenharia da Universidade do Minho. É docente universitário desde 1992 leccionando, ao nível de licenciatura, as disciplinas de Informática de Gestão I e II e também a disciplina de Informática II.


 Comentário do leitores
Sent:  Abril 04, 2007

Uma 'bíblia' destas faz sempre falta.

Cumprimentos

José Abreu
 

Sent:  January 19, 2007

Gostaria de aproveitar este e-mail para elogiar o trabalho realizado, pois o mesmo está ao nível dos melhores que até hoje li.

Parabéns à equipa (Ana Azevedo, António Abreu e Vidal de Carvalho), pelo magnifico trabalho apresentado.

Mário Vaz


Sent: November 04, 2002

Venho por este meio congratular os autores e a editora da excelente obra que acabei de adquirir - "Desenho e Implementação de Bases de Dados com Microsoft Access XP".

Filipe Carvalho


Sent: May 16, 2003

Boa tarde,

Antes de mais gostaria de dar os parabéns à editora Centro Atlântico pelos livros que possui, livros estes escritos de uma forma simples e principalmente em Português.
Gostaria de dar também os Parabéns aos autores que escreveram o livro "Bases dados com Microsoft Access XP - Desenho e implementação", esta obra descreve a meu ver uma forma de elaborar um projecto de uma forma simples e prática.

Sérgio Cardoso



Sent:
October 01, 2003

Caros Editores,

Adquiri o vosso Livro de Bases de Dados com Microsoft Access XP, e como sugerido estou-vos a mandar um mail para me disponibilizarem o site da Internet onde posso fazer o download dos exercícios deste livro.

Considero este livro uma excelente obra com que tive a sorte de me cruzar por acaso, pois foi sem qualquer tipo de referências que o comprei.

Paulo Jorge Guerreiro Gerardo


Sent: Mai 08, 2005

Senhore(a)s Editores e Autores,

Adquiri o vosso livro " Desenho e Implementação de Bases de Dados com Microsoft Access XP" e vinha desta forma, tal como indicações no livro, pedir-vos que me enviassem os endereços para download dos exercícios para que eu possa estudar a partir do vosso livro que considero sem dúvida uma excelente ferramenta de auto-estudo desta poderosa ferramenta do Microsoft Office.

Muito obrigado
João Carmo
 

Copyright @ 2014, Centro Atlântico, Lda. Todos os direitos reservados. Prezamos a sua Privacidade.