O Futuro da Internet
Email
Participe

O Passado da Internet

Voltar ao Livro o Futuro da Internet

Libório Manuel Silva
Centro Atlântico

Este é, propositadamente, o artigo mais incompleto deste livro. Tem por objectivo dar o empurrão a um texto, de consulta e actualização pública, disponível na Web, com a História da Internet em Portugal.
Assume, como tal, que lhe faltará, nesta primeira versão, a indicação de imensas datas, referências e personagens que irão naturalmente surgir nas próximas versões no formato online. E, como se ainda não bastasse, tem ainda o defeito de ser escrito em cima dos acontecimentos e pela mão de alguém que, como utilizador da Net desde 1992, não deixará de ter apreciações subjectivas dada a ausência do distanciamento que seria necessário para correctamente os relatar. Daí a necessidade dos vossos contributos para melhorar a versão online em www.centroatlantico.pt/titulos
Neste curto espaço de papel que me é concedido, pretende-se, "apenas", ilustrar o Ano 0 da Internet em Portugal – 1994. Para tal, e para se perceber melhor esse ano, fazem-se algumas referências anteriores e outras, poucas, não posteriores a 1995. Faz-se ainda o paralelo temporal com o que estava a acontecer com a Internet nos EUA (principalmente) pois não faria sentido isolar as referências nacionais a uma realidade que nos é completamente alheia e importada.
As referências a pessoas não são despropositadas. Se as datas são frias, as caras traduzem a forma como a história aconteceu, fruto do empenho e características únicas de cada personagem. Procurou-se, ao longo do percurso cronológico, posicionar todos aqueles nomes (sem os repetir) que não poderiam deixar de estar presentes pois foi por eles que passou o que de mais relevante aconteceu. O risco de esquecimento de outros nomes é imenso mas para isso é que se propõe que este trabalho seja criticado e dinamizado na sua versão online por todos os leitores deste livro.

O passado da Internet em Portugal
1994 como o nosso Ano Zero

1991  
Portugal liga-se à Net dentro do grupo dos 40 primeiros países.
  PUUG inicia o serviço de gateway de correio-electrónico (via UUCP ou TCP/IP sobre X.25) e em 1992 o acesso à USENET e serviço ftp. Este operador da rede Eunet substitui o INESC que mantinha até aí, para consumo interno, essa ligação.

Só em 1994 iria ser possível a ligação simples por linha telefónica.

(14/Nov) FCCN inicia registo de domínios .pt

(anteriormente já tinham sido registado domínios .pt via Centro de Cálculo da Faculdade de Ciências de Lisboa.

1991 e 1992 – FCCN desenvolve os esforços iniciais na dinamização académica da Internet graças aos esforços do Prof. Vasco Freitas e do Dr. Carlos Morais.

1992   barra-horiz.gif (842 bytes)
(Jun) Mário Valente e Luís Sequeira colocam em funcionamento, no LNEC, o primeiro servidor Web.

Mais de 1/2 do tráfego nacional de Internet passa pelo INESC.

1993  
É com o Prof. Heitor Pina (com João Nuno Ferreira e Armando Domingues no Dep. Técnico) como Presidente da FCCN que a Internet dá o salto no meio académico.

Fase da: acentuação proibida; necessidade de conhecimentos de Unix para aceder à Internet; acessos em dial-up só para BBSs ou para a Compuserve; ligações frequentes aos pontos de acesso em Inglaterra e nos EUA.

(Dez) 40 domínios registados em .pt

1994   barra-horiz.gif (842 bytes)
António Saraiva (dr Bakali) no Blitz, Paulo Querido no Expresso e José Victor Malheiros no Público desenvolvem diversas peças jornalísticas sobre a Internet.

Mais de 100 BBSs com grande capacidade de iniciativa (e.g., Rede de Paulo Querido, Miguel Vitorino e Fernando Soares, CATS de Miguel Vitorino, Imagine de José de Ameida e Visus de José Câmara) mas nenhuma delas iria sobreviver à Internet.

Mais de 100 fornecedores de serviços de Videotexto tentavam o êxito. Tal como nas BBSs, nenhum deles (à excepção do Guianet) iria sobreviver à mudança de paradigma para a rede das redes.

O PUUG, gerido por Prof. J. Legatheaux Martins, Rui Bana e Costa e Prof. Nuno Guimarães dá acessos Internet a cerca de 100 empresas sócias e não mais de 50 particulares.

(29/Mar) Seminário "Portugal na Internet" no LNEC organizado pela FCCN, PUUG, Agência de Inovação e zmaglh.

A Telepac aproveita o Seminário para anunciar que estava prestes a lançar o serviço de fornecimento de acessos à Net.

O PUUG alarga o serviço a todos os particulares interessados.

(2/Jun) Paulo Melo do INESC de Coimbra anuncia a criação da hierarquia de news pt.* com os grupos pt.geral e pt.news (até então as conversas em português eram mantidas no grupo soc.culture.portuguese)

(Jun) Esoterica inicia o fornecimento de acessos à Internet em modo offline (e sem www).

(Set) Início da distr. internacional da hierarquia de news pt.*

(Set) Telepac inaugura o serviço de acesso à Internet em modo terminal (projecto técnico da responsabilidade de Henrique Carreiro e Paulo Ribeiro). O Presidente da Telepac, Iriarte Esteves, é o responsável estratégico pela grande aposta na "net".

Velocidades de acesso máximas: 9.600 bps.

(Nov) Blitz torna-se na primeira publicação em papel portuguesa com edição na Web.

(Nov) Artur Romão torna-se no único português com um RFC (RFC 1713 - Tools for DNS debugging).

José Pina Miranda na Univ. do Minho desenvolve uma página

Web auto-intitulada (e aceite pela comunidade) home-page de Portugal.

A mailing list portuguesa PT-NET conta com mais de 300 assinantes.

1995   barra-horiz.gif (842 bytes)
(Fev) Início do serviço de acesso à Internet com WWW da Telepac e abertura dos dois primeiros pontos de acesso em Lisboa e Porto.

Velocidades de acesso máximas: 14.400 bps.

(19/Abr) Dia Telepac com lançamento do livro "Roteiro Prático da Internet" de José Magalhães.

A Telepac atinge os 2.000 clientes no serviço Internet.

(3/Maio) INTERNET'95 – 1º Congresso Internet comercial em Portugal (Hotel Alfa) organizado pelo Centro Atlântico.

(27/Jun) Jornal de Notícias torna-se no primeiro diário nacional com versão Web.

(Jul) Esoterica inicia o fornecimento de acessos à Internet em modo online (já com cerca de 400 clientes).

(Jul) Surge a IP Global como novo operador Internet (com origem no INESC) liderada por Pedro Ramalho Carlos.

(6 a 8/Jul) Conferência Nacional de WWW na Universidade do Minho dirigida pelo Prof. José Esgalhado Valença.

(Ago) Carlos Marques coloca a Rádio Comercial como a primeira em Portugal com emissão em directo na Web.

(22/Set) 1ª edição do "Público online" (da responsabilidade técnica da equipe do Prof. Pedro Veiga da Fac. Ciências de Lisboa).

(Out) PUUG, FCCN, Telepac e IP Global fazem peering no PIX (concebido na FCCN por Graça Carvalho).

RFC – Request for Comments PIX – Portuguese Internet eXchange point

zmaglh – nome de utilizador Internet do mais conhecido cibernauta português. Eunet – European Unix Network

PUUG – Portuguese Unix Users Group

FCCN - Fundação de Cálculo Científico Nacional que tem tem por missão planear, gerir e operar a RCCN (Rede da Comunidade Científica Nacional)

 
 

O passado da Internet fora de Portugal
datas importantes para o nosso Ano Zero

1990  
A ARPANET dá lugar à Internet surgindo então os primeiros ISP's comerciais.
1991  
Surge a World-Wide-Web desenvolvida por Tim Berners-Lee no CERN (Geneva), Philip Zimmerman lança o PGP (Pretty Good Privacy), Mark P. McCahill, da Universidade do Minnesota, o Gopher e Brewster Kahle o WAIS.
1992  
O que está a dar é o Gopher (existiam apenas algumas dezenas de servidores Web em meados de 92) mas o ftp continua a ser o protocolo standard para acesso à informação.
1993  
(Jan) Diversas implementações de browsers Web são lançados para plataformas X/Windows. O CERN lança uma versão alpha para Mac do seu browser.

(30/Abr) Versão alpha do browser "Mosaic" para X de Marc Andreessen. O Director do CERN autoriza a utilização livre da tecnologia WWW sem qualquer pagamento à sua instituição.

(Set) Surgem as versões funcionais do Mosaic do NCSA para MS/Windows, X e Mac já com possibilidade de incluir imagens e formulários em HTML.

Chegam às lojas os primeiros pacotes comerciais nos EUA com Web ("Internet in a box").

1994  
(Abril) Jim Clark (Ph.D. e ex-Chairman da Silicon Graphics) funda com Marc Andreessen (principal programador do browser Mosaic na Universidade de Illinois) a Mosaic, Corp. que viria depois a mudar o nome para Netscape, Corp.

(Mai) Primeira conferência Internacional de WWW no CERN.

(24/Jun) Relatório Bangeman sobre as auto-estradas da informação desperta a Comunidade Europeia para a Internet.

Os grupos de discussão da USENET atingem os 10.000

Surge a primeira estação de rádio a transmitir via Internet, a primeira rede de pizzarias a aceitar Encomendars online e o primeiro banco exclusivamente acessível através da Net.

Hot Wired usa pela primeira vez na Web um banner publicitário.

(Out) Netscape Navigator versão beta disponível para download.

(Dez) Surgem o Netscape Navigator e o software servidor da Netscape.

1995  
(Fev) A Web é o tema principal da reunião dos G7 na Comissão Europeia.

(Mar) A Web passa a ser responsável pelo maior volume de tráfego na Internet ultrapassando então o ftp.

(Abril) O tráfego do backbone da Internet passa para as mãos dos ISPs comerciais e a NFSNET volta a ser uma rede de pesquisa.

(Abr) Sun anuncia Java.

(Ago) A Netscape anuncia na bolsa a sua oferta pública de venda.

(Nov) Lançamento do Internet Exporer 2.0 para Windows 95.

Os sistemas fechados online como a Compuserve, American Online e Prodigy passam a permitir o acesso à Internet.